Vermelhos há muitos...

Uma das cores que predomina na minha colecção é o vermelho. E há quem pergunte porquê, se são todos iguais. Porque sim e porque não são todos iguais. Cada um dos vermelhos é único, apesar de por vezes o frasco confundir um pouco. Isso acontece com alguns da Risqué, por exemplo, especialmente quando são vermelhos escuros, como o Rebu, ou o Escarlate. Hoje decidi mostrar como são realmente diferentes... e todos lindos, cada um à sua maneira!



Havana da Risqué - este é um vermelho-alaranjado fabuloso. Apesar de o verniz ser um pouco ralo e ficar realmente melhor com três camadas, vale a pena investir nele pois é diferente de todos os outros tons aqui apresentados.
43 da Andreia - este vermelho é bem mais alaranjado do que parece nas fotos. É maravilhoso e muito diferente para quem gosta de vermelhos abertos. Cobre muito bem a unha, bem melhor do que o anterior e combina com qualquer estilo.
Beijo da Risqué - este é um vermelho realmente vermelho, bem aberto e lindo.
10 da Andreia - este é um bocadinho mais escuro do que o anterior. É um dos poucos vermelhos abertos da Andreia (o vermelho não é uma cor predominante na Andreia). Cobre muito bem a unha e é um tom muito bonito de vermelho.


Rouge Escarpin da Bourjois - este verniz é espantoso, não só pela cor. A qualidade é realmente boa, o pincel é dos melhores que usei até hoje e a cor é absolutamente fabulosa. Um vermelho-vivo lindo, como é gosto.
Love da Risqué - este é realmente muito "love". Bem aberto, bem vermelho, bem bonito.
Gariela da Risqué - Este não parece mas é mais escuro do que o anterior. É uma das minhas paixões. É aquele vermelho que podemos usar em qualquer ocasião, em qualquer lugar e com qualquer roupa e que fica sempre bem.

Carmin da Risqué - este foi dos primeiros vermelhos abertos que comprei. O nome descreve realmente bem a cor, pois é um carmim fabuloso que eu adoro.
Volúptia da Risqué - este é um bocadinho mais claro do que o anterior mas igualmente bonito.
102 da Andreia - este é o mais escuro dos três, mas é bem parecido com o Carmim.


Maçã do Amor da Risqué - este é diferente de todos os outros porque é metálico. É uma cor fabulosa (e a preferida da minha mãe) e vale bem a pena ter em qualquer colecção.
Licor da Risqué - este é aquele verniz que salva qualquer situação. É um verniz fantástico para quem gosta de vermelhos bem fechados e fica bem com qualquer coisa. É muito clássico e ao mesmo tempo muito moderno. Eu adoro.
Escarlate da Risqué - este não parece mas é o mais claro de todos e tem aquela tonalidade de vermelho nem muito fechada nem muito aberta. Perfeito para quem gosta de meios-termos.
Rebu da Risqué - o Rebu é um clássico e todas as colecções de vernizes o deveriam ter. Apesar de ser um pouco ralo, tem uma tonalidade de vermelho perfeita. É também excelente para misturas e fica liiindo em cima de outras cores.


E é tudo por hoje de vermelhos. Espero que ajude alguém na escolha dos tons de vermelho porque, realmente, nos frascos as cores não são o que parecem. No último grupo, especialmente, as cores são muito enganadoras. Mas todas elas são lindas. Eu adoro os meus vermelhos!

3 comentários :

  1. Olá,

    Que vermelhos fabulosos!!! Eu também adoro vernizes vermelhos, acho que são um must-have em qualquer colecção...!!! Também concordo contigo quando dizes que cada vermelho é um vermelho e que ás vezes na embalagem não se consegue perceber bem a diferença. Adorei o teu post, continua a mostrar-nos a tua colecção!!! Beijinhos!!!

    Ana

    ResponderEliminar
  2. Descobri agora mesmo o teu blog e fiquei encantada por saber que ha gente que tb partilha o mesmo gosto por vernizes que eu. Tenho tantos tantos tantos vernizes, nao resisto a compra destes.

    Diana

    ResponderEliminar
  3. Encantadissima com o teu blog ******

    ResponderEliminar

Obrigada por passares por aqui! Deixa o teu comentário. Os comentários serão respondidos na mensagem onde foram colocados.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...